A resistência a mudança é o fator que mais impacta as relações interpessoais de uma forma geral, do ambiente familiar a sua empresa. Quem não passou pelo dia em que chegou em casa e o marido e/ou esposa noticiou a família: vou começar a reforma na casa e por esta razão a rotina será alterada e todos terão que contribuir se sacrificando um pouquinho. Ou então há aqueles que ao chegar ao trabalho recebem a notícia de que sua empresa acaba de realizar uma fusão com um grupo maior, esta irá contribuir com o crescimento e desenvolvimento da empresa e em conseqüência deste fato em poucos dias sua área deixará de existir ou ainda em uma proporção menor, sua empresa resolve implantar uma nova plataforma de contatos para melhorar a qualidade do trabalho e você terá que se adaptar a nova ferramenta e em alguns dias você receberá treinamento para adaptação a esta nova plataforma. E você como reage?

Resiste ou Agradece, reconhece que mudar é necessário? Se você ainda não passou por uma destas situações, fique tranqüilo sua hora vai chegar e a boa notícia: você estará melhor capacitado a refletir sobre sua mudança, porque leu este artigo.

A mudança é necessária, fortalece o ambiente, traz renovações e põe a prova o seu senso de determinação. Posso dizer que é um momento de reflexão profunda, quando você recebe a notícia que algo vai mudar, inconscientemente virá lembrança dos momentos bons, das realizações, do convívio, o interessante é que neste momento tudo irá parecer bom por mais que você não estivesse satisfeito. Você já teve a oportunidade de observar isso antes?

Humildade é a palavra de ordem no momento de mudança. Primeiro você receberá a notícia de mudança e muitas vezes terá que não só receber/aceitar a notícia como passar para outras pessoas. A humildade que vem da palavra húmus que significa: solo sobre nós. É a qualidade das pessoas que procuram se manter no mesmo nível de outras pessoas, tenha em mente ninguém é melhor ou pior do que você, somos semelhantes, o que fará a diferença em relação a outras pessoas, será o desenvolvimento de suas habilidades. O humilde se propõe a conhecer coisas novas.

A Resignação, ou ainda aceitação irá te aproximar dos outros. No momento de mudança será necessário um ambiente de empatia, resiliência pelo fato de todos estarem na mesma situação. Procure observar o que o familiar e/ou colaborador que está ao seu lado precisa e contribua com ele. Se por acaso este te agredir, tenha a certeza que o problema não é com você e sim com ele, compreenda e não dê a mesma resposta de agressão. Todo aquele que nos agride é um cego moral.

Faça diferente, demonstre os ganhos no processo, saliente dons adormecidos que ele terá oportunidade de experienciar. E por final agradeça por esta pessoa ter te concedido a oportunidade de reconhecer que a resistência não existe, o que existe são pontos de vista obturados e para obtermos melhores resultados precisamos alterar a velocidade do obturador. Comece por você, faça a sua parte e constante os benefícios da sua mudança!